Aprenda a calcular o ROI da sua frota de veículos

calcular roi
4 minutos para ler

O objetivo maior de qualquer empreendimento é o lucro. Esse indicador é encontrado no balanço patrimonial de cada empresa. No entanto, existe uma forma para mensurar o payback (retorno) de ações pontuais: calcular o ROI (Retorno sobre o Investimento). Essa deve ser uma boa prática de qualquer negócio.

No mundo empresarial, é importante saber se os investimentos feitos estão promovendo retornos positivos. É interessante que esse indicador seja adaptado para a sua gestão de frotas, uma vez que é um processo que demanda muitos recursos da organização.

Um bom ROI indica que o gerenciamento é eficaz e pode ser o termômetro para mapear as melhores tomadas de decisões feitas. Interessante, não é verdade? Para saber mais, continue a leitura e aprenda a calcular o ROI da sua frota!

O que é ROI ou Retorno sobre o Investimento?

O ROI é um indicador muito comum no ambiente financeiro e contábil das empresas. No entanto, ele não fica restrito somente a essas áreas. Ele é um poderoso dado para mensurar a qualidade da administração realizada em qualquer tipo de processo do negócio. Afinal, todo processo demanda investimentos, sejam eles de tempo, dinheiro ou recursos humanos.

Assim, o cálculo do Retorno sobre o Investimento encontra um valor que mostra qual foi o payback alcançado com uma ação, seja ela pontual ou não. É muito interessante a sua aplicação em projetos. No caso da gestão de frotas, um exemplo é uma ação feita para a redução do consumo de combustível. Para validar se ela foi eficaz, calcula-se o ROI.

Por que esse indicador é importante?

Basicamente, calcular o ROI é uma boa prática feita por gestores que têm visão de negócio, ou seja, sabem que cada recurso gera um impacto para o desempenho da empresa. Perfis profissionais marcados pelo data-driven (direcionado a dados) sabem da importância de gerar indicadores e de monitorá-los. Por isso, não deixam de realizar o cálculo do retorno sobre cada investimento realizado.

ROI na gestão de frota, é possível?

Como dito, o ROI na gestão de frotas não só é possível, mas um indicador primordial para validar a qualidade do gerenciamento realizado. Por meio desse dado, o gestor consegue visualizar se as tomadas de decisões estão sendo feitas de forma inteligente e sustentável para o desempenho do negócio.

É válido aplicar o cálculo para uma série de ações pontuais, como o caso do custo de combustível, ou para ações de longo prazo, como o retorno das vendas feitas pelos vendedores que utilizam unidades da frota. Enfim, pode-se extrair informações relevantes sobre a saúde do seu negócio, principalmente se você souber relacionar o impacto do seu processo de gestão de frotas a outras áreas da empresa, podendo, inclusive, correlacioná-lo com a depreciação de veículos.

Como calcular o ROI de uma frota de veículos?

Calcular o ROI parece difícil, mas não é. Na verdade, o cálculo em si é simples. O que é difícil é conseguir identificar todas as variáveis que podem entrar como um custo de investimento do negócio. Por isso, é primordial ter processos claros e realizar a documentação de cada transação feita interna e externamente.

Para calcular o ROI, basta subtrair o custo da receita gerada e dividir o resultado também por esse custo. Por exemplo, suponhamos que foi feito um investimento em uma nova tecnologia para monitorar a sua frota, e o valor mensal é de R$5.000. Com ela, foi possível reduzir o custo de combustível de R$30.000 para R$22.000. Logo, o cálculo é (8.000 – 5.000)/5.000= 0,6.

Assim, para essa ação em específico, o retorno foi de 60% sobre o valor investido. Claro que, com um sistema de gestão de frotas ou o investimento em cartões de combustível, há mais benefícios para o negócio. Você pode calcular separadamente por processo, como feito no exemplo acima, ou agrupar todos os valores para encontrar o ROI global.

Você deve ter percebido que calcular o ROI é primordial para uma gestão de frotas inteligente e que promova a potencialização do desempenho do negócio, não é verdade? Assim, não deixe de mensurar esse indicador e, principalmente, de investir em soluções para otimizar o seu gerenciamento.

Se você gostou deste artigo e quer saber mais sobre como calcular o ROI, confira mais um de nossos posts sobre o assunto!

Você também pode gostar

Deixe um comentário