Como reduzir o consumo de combustível na chuva? 4 dicas práticas

4 minutos para ler

Um gestor de frotas encara um desafio diário: manter os custos baixos sem comprometer a segurança dos veículos. Para vencer essa luta contra a calculadora, reduzir o consumo de combustível é imprescindível. Portanto, cuidar da manutenção preventiva e investir em treinamento para os motoristas é o básico.

Porém, alguns detalhes podem fazer a diferença e acabam passando despercebidos. É o caso do aumento do consumo ao rodar na chuva. Você sabia que isso ocorre? Sabe como contornar o problema? Então, continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

Por que o veículo gasta mais na chuva?

Durante um temporal, é normal acontecer o acúmulo de água nas vias, uma vez que os sistemas de drenagem não são suficientes para absorver toda a chuva rapidamente. Dessa maneira, os pneus encontram mais resistência para rodar, pois precisam vencer o obstáculo gerado pela água. Quando estão murchos, o problema se agrava.

Outro fator que aumenta o consumo de combustível durante as chuvas é a necessidade de ligar diversos dispositivos elétricos, como faróis, limpadores, desembaçadores e ar-condicionado. Isso gera maior demanda de corrente elétrica, sobrecarregando o alternador e fazendo o motor trabalhar mais.

Como reduzir o consumo de combustível na chuva?

Percebeu como o veículo gasta mais em dias chuvosos? Então, agora é hora de aprender 4 dicas para reduzir o consumo de combustível nessas situações.

1. Reduza a velocidade

Se, em dias de chuva, os pneus encontrarão mais resistência para rodar, o ideal é acelerar apenas o necessário. Assim, a exigência do motor diminui, consumindo menos combustível. Além disso, a prática evita a aquaplanagem e reduz os riscos de derrapagens.

2. Cuide dos pneus

A maneira ideal de reduzir essa resistência causada pelo acúmulo de água no asfalto é mantendo os pneus em ordem. Quando os sulcos da banda de rodagem estão profundos, a drenagem da água é muito melhor, facilitando o contato com o solo e ajudando a vencer a resistência. Vale lembrar que pneus calibrados com a pressão correta também ajudam nessa situação.

3. Não deixe os vidros embaçarem

O ar-condicionado é o acessório mais eficiente para desembaçar os vidros. Porém, consome a potência do motor e aumenta o consumo de combustível. Dessa forma, o ideal é não deixar os vidros embaçarem para que esse dispositivo não seja necessário.

Powered by Rock Convert

Para isso, existem soluções líquidas no mercado para a limpeza dos vidros que diminuem o embaçamento. Comece a utilizá-las periodicamente. Ao início da chuva, acione também o aquecedor e o desembaçador traseiro. Eles também aumentam o consumo, porém em menor nível que o ar-condicionado.

4. Diminua o uso de acessórios elétricos

Já que tantos dispositivos elétricos são fundamentais durante a chuva, como limpadores e desembaçadores, procure reduzir o uso dos itens desnecessários, como aparelhos de som e carregadores de celular.

Quais os cuidados básicos com a parte elétrica para os dias chuvosos?

Além da resistência da água nos pneus, grande parte do consumo de combustível está ligada ao sistema elétrico. Portanto, veja como cuidar dessa parte do carro tão importante para os dias de chuva.

Faça um checklist de rotina

Adote o costume de verificar quinzenalmente o estado de conservação da parte elétrica. Verifique o funcionamento de todos os dispositivos elétricos, bem como a carga da bateria e a tensão do alternador.

Monitore a velocidade dos condutores

Além de reduzir o consumo de combustível durante as chuvas, a velocidade mais baixa nessa situação também é essencial para preservar os componentes elétricos do veículo. Dessa maneira, as chances da água ser jogada em locais vulneráveis à umidade, como alternador e módulo da injeção eletrônica, são menores.

Acompanhe o cumprimento das rotas

Ao estabelecer uma rota para dias chuvosos, evite áreas sujeitas a alagamentos e exija o fiel cumprimento do caminho estabelecido. O ideal é que o veículo tenha algum sistema de rastreamento para fazer esse monitoramento.

Agora você já sabe como reduzir o consumo de combustível durante as chuvas. Para um automóvel que roda pouco, essa diferença pode ser pequena. Porém, para uma frota com veículos rodando milhares de quilômetros mensalmente, certamente haverá redução de custos.

Gostou de aprender dicas aplicáveis à sua frota? Então não deixe de assinar a nossa newsletter. Dessa forma, você será avisado sempre que houver atualizações!

Você também pode gostar

Deixe um comentário