Desconto-combustível: 8 razões para ter em sua empresa

7 minutos para ler

Para muitos empregadores, o bem-estar de seus funcionários ultrapassa os limites territoriais da empresa. Um exemplo previsto na legislação é a promoção do vale-transporte, que garante a mobilidade do colaborador nos deslocamentos a trabalho.

Contudo, esse benefício auxiliava apenas aqueles que escolhiam o transporte público, isolando aqueles que utilizavam o veículo próprio. Nesse contexto, o vale-combustível foi criado. Agora, acomode-se e aproveite para descobrir mais sobre o tema!

O desconto-combustível

O benefício é identificado por outros nomes, como vale ou, até mesmo, cartão combustível. Por isso, ressaltamos que a solução apenas deve ser concedida com a observância da legislação, considerando a Lei nº 7.418 da CLT.

Assim, aplica-se o benefício somente aos funcionários que comprovem o deslocamento com os próprios veículos. Colaboradores nessa situação estarão aptos a receber os valores referentes ao vale, com a mesma antecipação prevista aos beneficiados pelo VT.

Mas observe que, apesar de o desconto-combustível substituir o vale-transporte em finalidade, existem diferenças entre as soluções. Entenda:

  • o uso do VT implica o desconto de 6% da remuneração, revertida em um saldo destinado ao transporte público, sendo, portanto, um valor não acessível à tributação;
  • o uso do vale-combustível será acordado entre empresa e colaborador, com o acréscimo do saldo à remuneração do funcionário, sendo um valor exposto à tributação e retirada de fundos de contribuição, como o INSS, FGTS e afins.

A diferença entre vale-transporte e vale-combustível

Então, é nesse sentido que se deve frisar aos funcionários sobre o funcionamento e as vantagens do vale-combustível. Para comparar essas soluções, podemos começar pelo vale-transporte. Nessa modalidade, o empregador antecipa um valor para custear as despesas de deslocamento dos seus funcionários — atendendo apenas o número de trajetos casa-trabalho e trabalho-casa.

Normalmente, essa antecipação não acontece em dinheiro, mas por meio da aquisição de créditos para utilização do transporte público. É nesse momento que a empresa estabelece um contato direto com as administradoras de ônibus, metrôs e semelhantes, realizando a compra desses créditos e garantindo a recarga automática no cartão de transporte dos colaboradores.

Apesar de esse ser o funcionamento padrão no mercado, existem empresas que pagam o benefício em dinheiro, já que a própria legislação não proíbe essa possibilidade. No entanto, a maioria dos empregadores opta pela compra de créditos, já que isso oferece mais transparência para as movimentações da empresa.

Então, é aqui que o vale-combustível surgiu como uma solução, conquistando a aprovação de muitos gestores. Afinal, é grande o número de empregados com veículos próprios e que, por conta disso, preferem se deslocar para o trabalho na comodidade e eficiência do próprio automóvel.

Basicamente, para que o vale-combustível seja oferecido, basta existir um trato de comum acordo entre a empresa e o funcionário. Nesse caso, o colaborador renuncia ao seu direito de vale-transporte e passa a aproveitar as vantagens de um cartão combustível.

A importância para a mobilidade dos colaboradores

Antes da institucionalização do VT, muitos funcionários sentiam-se lesados por custearem o seu deslocamento a trabalho, identificando um gasto que drenava a sua renda justamente no local onde iriam obtê-la.

Então, o vale-transporte e o vale-combustível reforçaram o amparo aos trabalhadores, como uma medida de proteção e incentivo ao emprego. Entende-se esse benefício como uma medida flexível, visto que não é uma obrigatoriedade, cabendo ao empregado optar entre:

  • aceitar o VT, descontando-se 6% da sua remuneração;
  • negociar o desconto-combustível, acrescendo o valor ao seu salário, mas expondo-se aos descontos tributários;
  • negar qualquer vale, arcando com os seus custos de maneira independente.

As 8 razões para as empresas adotarem essa solução

Agora que você conhece as características do benefício, torna-se importante reconhecer as razões para implementá-lo na sua empresa. Entenda!

1. Corta burocracias

O desconto-combustível poderá agilizar os procedimentos orçamentários da sua empresa, tendo em vista que as solicitações de reembolso costumam ser repletas de contestações, desgastando a relação funcionário-empregador.

Powered by Rock Convert

O vale-combustível elimina os reembolsos justamente pela remuneração antecipada do valor ao funcionário. Caso o colaborador se exceda nos abastecimentos, em função de deslocamentos extraordinários às rotas de trabalho, ele estará ciente disso.

2. Melhora as decisões

Uma boa solução de desconto-combustível proporcionará um controle minucioso dos abastecimentos, pois será possível identificar rotas, valores, datas e demais informações inerentes à utilização do benefício.

Isso será refletido em um controle mais atento para o financeiro da operação, melhorando as decisões dos gestores de frota na identificação de rotas que ocasionem menor consumo.

3. Elimina o controle manual

Muitas vezes, a gestão do vale-transporte pode provocar ociosidade sobre o cotidiano da empresa, principalmente quando consideramos a ineficiência de alguns serviços públicos na gestão dos serviços de transporte.

Portanto, quando você substitui o VT, consegue livrar a sua equipe de toda a “mão de obra” necessária para os contatos, a aquisição de créditos e o monitoramento de gastos.

4. Otimiza a frota

Definitivamente, o vale-combustível é uma solução quase que projetada para as frotas, tanto de automóveis comerciais como caminhões de transporte.

O acompanhamento dos abastecimentos oferece maior controle financeiro sobre a operação, além de ser uma solução bastante simples sob o ponto de vista do funcionário, que rapidamente se habitua com a utilização do cartão.

5. Garante o bem-estar

Um fato: funcionários bem tratados são colaboradores mais eficientes! Garantir um saldo específico para os deslocamentos a trabalho trará bastante segurança e confiança aos empregados.

Funcionários que atravessam uma momentânea dificuldade financeira não colocarão os dias de trabalho em risco (faltando ao trabalho por não conseguirem se deslocar, por exemplo). Já os novos funcionários estarão satisfeitos com a ampla gama de possibilidades na maneira como escolhem os seus benefícios trabalhistas, promovendo a sensação de autonomia.

6. Automatiza a gestão

Logicamente, essa é uma vantagem exclusiva para as empresas que também adotam uma solução de cartão combustível. Aqui, todos os depósitos, as transações e os abastecimentos são pontualmente acompanhados e automatizados, eliminando a necessidade de dedicar tempo e funcionários exclusivamente para o preenchimento e acompanhamento de planilhas.

7. Funciona de maneira confiável

O vale-combustível é uma solução conhecida há muito tempo no meio empresarial. A CTF colhe inúmeros depoimentos de seus clientes que provam como a gestão no pagamento do combustível melhora o cotidiano de suas empresas. A exemplo da:

8. Oferece um diferencial competitivo

Por último e talvez mais importante, o critério responsável por destacar a sua operação no mercado. Inclusive, vale perceber que isso pode ser uma qualidade tanto no seu segmento quanto no mercado de trabalho, atraindo mais candidatos para as vagas da sua empresa, com o benefício do vale-combustível atuando como um diferencial positivo.

Por conta de todos esses motivos, podemos concluir que o desconto-combustível opera como uma solução ágil e de fácil implementação, capaz de satisfazer o seu quadro de funcionários no curto, médio e longo prazo.

Pois bem, gostou deste post com soluções administrativas para a sua frota, detalhando o vale-combustível? Então, não perca a oportunidade de receber mais conteúdos assim, direto na sua caixa de entrada. Para isso, basta que você assine a nossa newsletter!

Você também pode gostar

Deixe um comentário