Entenda o que é economia circular e por que ela é importante!

4 minutos para ler

Com o aumento das tendências ecologicamente corretas, você deve ter ouvido falar sobre economia circular. É comum encontrar anúncios perguntando se suas atitudes e o que você compra ajudam na economia circular.

Para quem já conhece esse tema, não é novidade. Porém, para a maioria das pessoas é um termo novo e fora do vocabulário do cotidiano. É realmente difícil fazer mudanças em seus hábitos de compra quando você tem dúvidas. Principalmente sobre o que exatamente deve mudar ou como comprar produtos de maneira mais sustentável.

Não se preocupe, vamos ajudar você! Venha conhecer o que é economia circular e tenha um estilo de vida mais sustentável.

O que é economia circular?

A economia circular considera os processos de produção e define como reaproveitar, consertar e reciclar itens. Tem reflexo direto no consumo e na fabricação sustentável.

Dessa forma, além de reduzir o desperdício, poupa energia e ajuda a evitar sérios estragos que possam ser causados ​à diversidade biológica e às condições atmosféricas normais. Também ajuda a evitar a poluição do ar, da água e do solo.

Para diminuir as possíveis implicações ambientais, deve-se conter a formação de resíduos. Vale a pena ainda estimular uso de produtos, materiais e recursos que vão permanecer na economia pelo maior tempo possível.

Os princípios da economia circular têm por objetivo criar um padrão de consumo e produção que seja sustentável. A sociedade pode e deve ajudar a economia circular a se tornar uma realidade.

Quais são os seus princípios?

Há vários princípios da economia circular, por exemplo, todo resíduo pode ser transformado. Esse princípio representa o ciclo contínuo de materiais. Um material ou produto que não tenha mais uso não deve se tornar “resíduo”, mas sim fazer parte de um novo ciclo de uso.

Além desse, temos o princípio da energia de fontes renováveis. A energia solar, a eólica e a maremotriz são as principais fontes de energia renovável que deveriam ser mais utilizadas. Em um sistema natural, plantas usam luz solar para crescer. Em um mundo criado pelo homem, também devemos recorrer à energia renovável em vez de usar petróleo e gás.

Como colocá-la em prática?

É possível colocar economia circular em uso, por exemplo, projetando resíduos e poluição de atividades econômicas. Isso porque resíduos e poluição são, em grande parte, resultados da forma como projetamos nosso estilo de vida. É importante reter produtos e materiais em uso pelo maior tempo possível.

Ou seja, devemos ter como objetivo construir um sistema econômico de ciclo fechado que reutiliza produtos, com consumo consciente. E por fim, a regeneração de sistemas naturais. Não podemos apenas proteger, mas também melhorar o meio ambiente.

Quais são os benefícios da economia circular?

A partir da Revolução Industrial, as sociedades seguem uma proposta linear de produzir e consumir. As matérias-primas se converteram em mercadorias, as quais depois são comercializadas, utilizadas e transformadas em variados resíduos — que muitas vezes são descartados de forma inapropriada.

Por outro lado, a economia circular consiste em um modelo industrial que tem uma proposta regenerativa por intenção e pretende aperfeiçoar o aproveitamento dos recursos. Tem vantagens operacionais e estratégicas, bem como agrega um grande potencial de criação de valor nas esferas empresarial, econômica, social e ambiental.

A economia circular implica uma mudança radical de ponto de vista por parte das pessoas e empresas. Especialmente quando se fala sobre lidar com a falta de recursos, o impacto ambiental, a criação de valores e de empregos. Este assunto é muito importante para projetar desenvolvimento sustentável e o posicionamento de marcas de empresas.

Gostou do conteúdo? Assine a nossa newsletter para não perder as próximas publicações do blog!

Posts relacionados