Gestão de frota

Gestão do pagamento do frete: como otimizar o pagamento a terceiros?

setembro 26, 2018
Tempo de leitura 4 min

Podemos concordar que a eficiência é um objetivo inerente a todos os empreendimentos. Afinal de contas, no fechar dos balanços é fundamental que a empresa busque maneiras de aumentar sua produtividade, otimizando a logística e reduzindo seus custos. Hoje, abordaremos mais uma prática saudável às empresas de sucesso: a Gestão do pagamento do frete. Acompanhe!

O que é a Gestão do pagamento do frete?

Trata-se do conjunto de procedimentos fundamentais à contratação e acompanhamento dos serviços logísticos. É um segmento da empresa que demanda um gestor competente, vide a infinidade de informações com que esse profissional lida.

Inclusive, a depender da operação logística do empreendimento, torna-se indispensável a automação desses processos. A eficiência na lida com a enorme quantidade de dados e etapas são cruciais para a redução dos custos operacionais, sendo, portanto, um setor coringa no aumento de produtividade da empresa.

Qual sua importância às empresas?

Ela é essencial no aumento da produtividade, em detrimento dos custos. Principalmente quando discutimos sobre a automação dessa gestão. Afinal de contas, contar com um sistema que compile todas as informações do frete, da contratação do transporte etc. aumenta a produtividade e a organização da sua empresa.

Em vez de contar com inúmeros profissionais — onerando na folha de pagamento ao trabalharem com a confecção de contratos, conferência de tributos, identificação de erros e rotas — o empreendimento pode contar com apenas um gestor, competente e responsável pelo monitoramento de todos os dados levantados pelo sistema automatizado, melhorando a tomada de decisão desse profissional.

Quais os benefícios de uma gestão automatizada?

Agora que você já está por dentro do tema, chega o momento de conferir como a gestão automatizada do frete pode potencializar a operação do seu negócio. Entenda!

Organização

A implementação de um sistema automatizado implica na reorganização dos procedimentos e etapas da sua empresa. Dessa maneira, antes mesmo da instalação, o empreendimento terá suas tarefas mapeadas e padronizadas, com toda a operação sendo analisada em busca de falhas ou processos supérfluos. Assim, ganha-se na organização do setor.

Indicadores

Os sistemas automatizados podem contar com uma infinidade de estatísticas, até mesmo em tempo real, para auxiliar o gestor. Dados como o monitoramento do consumo de combustível de cada unidade, acompanhamento da carga, verificação tributária e contratual dos serviços e até mesmo o cadastramento e descritivos das transportadoras, apontando comparativo de preços, qualidade, entre outros.

Estratégia

O gigantesco bojo de informações do benefício anterior acabará auxiliando no planejamento estratégico do gestor logístico da empresa. Afinal de contas, todos esses dados, elencados de maneira clara pelo sistema automatizado, melhorarão a tomada de decisão do profissional, que poderá disparar mais ações, com maior efetividade, por tempo trabalhado.

Custos

A automação continua sendo um estandarte da produtividade, possibilitando fazer mais, com menos. Sobretudo, é importante lembrar que a gestão logística pode representar cerca de 10% da fatia do bolo orçamentário da empresa. Portanto, esses sistemas permitem a manutenção de apenas um gestor, altamente competente, encarregado do monitoramento dos dados e a partir destes, disparar as decisões.

Existem serviços que unificam essas vantagens?

Sim! Um excelente exemplo de solução é protagonizado pelo Cartão Frete da CTF, que proporciona funcionalidades como relatórios gerenciais para acompanhamento em tempo real, integração ao Vale-Pedágio, agenda financeira programada, cálculo automático dos impostos recorrentes, entre inúmeras outras dispostas em seu portal descritivo.

Para além de todas essas conveniências, o Cartão Frete ainda dispensa a abertura de uma conta bancária específica, sendo portanto, uma solução completa para a gestão dos pagamentos referentes à logística da sua frota.

Por fim, lembramos ainda que a redução de gastos também ocorre em virtude da agilização dos processos, na drástica redução dos erros de interpretação e cálculo, na comunicação objetiva e no inevitável aumento de produtividade, que resultará em lucros, contrapondo-se aos gastos.

Você gostou deste post exemplificando a Gestão do pagamento do frete? Quer receber mais conteúdos como este, diretamente na sua caixa de entrada? Então, não perca a oportunidade e assine a nossa newsletter!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário