O que é e quais são os benefícios da roteirização de transporte?

7 minutos para ler

O gestor de frotas encara seu cotidiano perseguindo um objetivo certeiro: diminuir custos aumentando a eficiência. Entre as inúmeras práticas de administração no leque desse profissional, existe uma que se destaca no setor logístico: saber o que é roteirização de transporte e como aplicá-la.

Elaboramos este artigo para reforçar a importância desse conceito, em que respondemos as principais curiosidades sobre o tema: o que é, quais são as melhores práticas e os benefícios dessa iniciativa. Assim, você estará livre de dúvidas ao final da leitura. Sem mais delongas, acompanhe!

O que é roteirização de transporte?

Esse processo envolve o conjunto de práticas que têm como objetivo o aumento da previsibilidade, da eficiência e da lucratividade nas operações de uma frota.

A roteirização de transporte, também conhecida como roteirização logística, consiste em um planejamento realizado pelo gestor, que estará encarregado de encontrar as melhores soluções para os desafios.

Como apontamos, existem três motivações centrais para implementar esse conceito:

  1. ganho em previsibilidade, com os motoristas seguindo as rotas e as instruções pontualmente planejadas;
  2. aumento na eficiência, com a redução de períodos ociosos em congestionamentos, pátios de oficinas, pedágios e afins;
  3. impacto na lucratividade, com o corte de desperdícios no consumo de combustível, abastecimentos e manutenções corretivas.

Como a roteirização funciona?

A roteirização serve como uma espécie de mapa logístico de como os veículos devem agir, a cada entrega. São definidos, por exemplo, os pontos de partida e de chegada, bem como os caminhos que têm que ser usados.

Também há uma escolha dos horários de saída, as estimativas de chegada em todos os pontos importantes e o momento de retorno. O objetivo é criar um passo a passo completo para que os colaboradores saibam como integrar o transporte ao planejamento logístico.

Nenhuma decisão envolvida na roteirização é aleatória, e todas têm motivos específicos. Isso a torna ainda mais relevante, já que considera as necessidades pontuais da frota, da empresa e das operações. Portanto, ela atua como um guia para maximizar o desempenho.

Por que a roteirização de transporte é tão importante?

O cotidiano das frotas é pontual em ensinar uma coisa: informação vale ouro! Por isso que você, familiarizado com o setor, já consegue deduzir a importância de um acompanhamento minucioso dos abastecimentos, das rotas e afins. Na sequência, entenda qual é a relevância dessa tarefa de planejamento.

Melhor tomada de decisão

Com mais controle, também há um reforço na tomada de decisão. A gestão de frotas deixa de ser informada apenas na chegada e na partida, podendo atuar até em tempo real, se for o caso.

Garantia de rastreabilidade

Quanto às entregas, saber o que é roteirização e como aplicá-la gera rastreabilidade. Se for necessário, a gestão tem uma ideia clara de onde estão todos os itens e pode interceptá-los.

Aumento da segurança

Além de tudo, é uma questão de economia, de eficiência e, principalmente, de segurança. Ao evitar rotas inseguras no planejamento, a empresa protege a frota, a carga, o cliente e os colaboradores.

Reforço do aproveitamento da frota

Com o uso de dados concretos, é possível saber quais são os trajetos ideais em cada situação e como tem sido o desempenho de cada veículo. Com ajustes estruturados nas decisões, a frota é aproveitada de uma forma cada vez melhor.

Foco na atividade-fim

O trajeto de entregas ou coletas é apenas uma das preocupações de um gestor. Há muitas outras questões envolvidas, como a sincronização de operações e a medição de desempenho. Ao investir na roteirização, os gestores podem focar em aspectos estratégicos sem perder a visibilidade sobre a frota.

Powered by Rock Convert

Quais são as melhores práticas no tema?

Por mais importante que seja saber o que é roteirização, é ainda mais indispensável saber como colocá-la em prática. Algumas ações podem refinar a sua operação logística, tornando-a mais enxuta e eficiente, sem prejudicar a produtividade. Veja quais são elas!

Estudo de rotas

Na maioria das vezes, o caminho percorrido é determinante para o sucesso da operação. Por exemplo: o frete foi realizado em pouco tempo e com baixo consumo? Isso é um sinônimo de rota ideal! Sendo assim, será fundamental estudar os melhores percursos para cada uma das operações, identificando:

  • setores bem e mal pavimentados;
  • tempo médio de deslocamento;
  • trechos congestionados;
  • quilometragem total.

Como é possível ver, todos esses critérios têm um impacto sobre o consumo de combustível das unidades. Além disso, esses fatores também permitem estimar o tempo dedicado a cada operação.

Finalmente, perceba que identificar a qualidade da pavimentação nas estradas interfere na manutenção das unidades no longo prazo, já que os terrenos acidentados tendem a acelerar o desgaste dos componentes.

Conhecimento de todas as características operacionais

O segmento de fretes é repleto de tecnicalidades que, uma vez dominadas, garantem a eficiência no escoamento das cargas. Por isso, uma das práticas fundamentais na roteirização logística é conhecer o seu ramo, as cargas, as rotas, os prazos e as demais condições.

Como exemplo, veja algumas características cruciais para a produtividade da sua operação:

  • identificar as regulamentações para o transporte de cargas nas rotas planejadas;
  • conhecer os horários-limite para o recebimento e a coleta de mercadorias;
  • desenvolver um mapa que demonstre as regiões de coleta e entrega;
  • identificar o número total e recorrente dos pedidos.

Investimento em tecnologia

Para manter sua frota competitiva no mercado, é fundamental contar com a assistência tecnológica, afinal, todas as informações e atividades listadas podem ser conquistadas em tempo real, com o auxílio de um software dedicado à otimização da frota.

Quais são os benefícios de uma roteirização bem definida?

Basicamente, a roteirização é um guia para a eficiência logística de uma frota. Quando esse conceito é bem implementado, contando com o auxílio tecnológico, a empresa ganha com:

  • a drástica redução de custos que, outrora, seriam destinados às manutenções corretivas, aos abastecimentos não monitorados, a desvios e afins;
  • a satisfação dos clientes, que são rapidamente atendidos mediante coletas e/ou entregas pontuais;
  • o aumento da produtividade, com menos unidades ociosas nas oficinas e mais tempo operacional gasto na estrada.

Como escolher um software para roteirização de frota?

Já que a tecnologia é tão relevante, é necessário pensar em um software dedicado a essa tarefa. O recurso vai trazer automação, centralização de informações e um controle ainda mais preciso.

Para obter tudo isso, entretanto, é essencial ter uma opção robusta. O ideal é que a plataforma favoreça a elaboração de rotas de maneira simples e flexível, para se encaixar em cada necessidade.

Também é importante que ela estimule a comunicação entre a gestão e os colaboradores. O envio fácil dos trajetos garante que todos tenham uma atuação alinhada, o que reduz os riscos de erros.

Além de tudo, é indispensável pensar na integração a outras soluções. Usar a roteirização com um controle de combustível ou pedágio, por exemplo, evita perdas e faz com que o gerenciamento tome as decisões adequadas.

Por fim, perceba que a CTF conta com uma ampla gama de soluções para as frotas, disponibilizando plataformas que acompanham o deslocamento das unidades, prevenindo desvios de combustível e rotas, monitorando abastecimentos, gerenciando pedágios e coletando dados sem contar com a intervenção humana.

Agora que você conhece os recursos da CTF para ajudar no processo e entende o que é roteirização de transporte, já pode entrar em contato conosco e contratar a melhor solução para a sua empresa. Para tanto, acesse o portal e seja nosso cliente!

Você também pode gostar

Deixe um comentário