4 dicas para garantir a segurança em armazéns logísticos!

3 minutos para ler

Em inúmeros momentos, a gestão de frotas lida com problemas e desafios de ordem logística. Por isso, dedicamos este artigo para a apresentação de uma questão fundamental sobre o tema: a importância dos investimentos de segurança em armazéns.

Como perceberá durante a leitura, esse é um ponto fundamental para a saúde econômica e operacional de uma empresa, seja ela quem produz, seja ela uma transportadora. Então, não perca tempo e acompanhe para descobrir mais sobre o assunto!

A importância da segurança nos armazéns logísticos

O roubo de cargas é um risco constante para quem opera no segmento. Por isso, as empresas desse setor vêm investindo pesado na modernização das suas estratégias, seja equipando a frota com sistemas de rastreamento, seja modernizando os armazéns com dispositivos de segurança e monitoramento.

As 4 formas de garantir a segurança em armazéns logísticos

O objetivo disso é desestimular a prática criminosa, empregando meios mais eficazes para a proteção da carga em movimento ou estacionária. Assim, o investimento acaba trazendo retornos a longo prazo e minimizando os custos necessários para arcar com as perdas de eventos do tipo. Agora, vamos às dicas!

1. Faça a conferência nas instalações

Os armazéns devem apresentar um perímetro de movimentação eficiente, fluida e ágil. Esses atributos, se bem-planejados, garantem uma instalação segura para os operadores, prática para os transportadores e com melhor visibilidade aos monitores, que são os agentes de segurança, vigilância e monitoramento.

2. Estabeleça protocolos de segurança

No entanto, quando falamos em segurança, não restringimos essa preocupação apenas à proteção das cargas. Na realidade, também é indispensável relevar a segurança ocupacional dos colaboradores que trabalham no armazém.

Por isso, é fundamental desenhar o layout das instalações, bem como elaborar as rotinas considerando todas as Normas Regulamentadoras da Segurança no Trabalho. Assim, é possível minimizar a probabilidade de acidentes, reduzindo a ociosidade e aumentando a produtividade da sua equipe.

3. Reforce a importância de usar EPIs

Em conjunto com a dica anterior, frisamos a importância dos Equipamentos de Proteção Individual. Novamente, esse é o tipo de conscientização que deve ser promovida entre a equipe. Para isso, você deve valorizar eventos como a SIPAT, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho.

4. Contrate seguro

Por último e, patrimonialmente, mais importante, a contratação de um seguro. Mesmo que o seu galpão logístico conte com todos os artifícios de segurança, como dispositivos, cancelas, vigilantes, câmeras, guaritas e afins, ainda assim, existe a possibilidade de haver uma brecha a ser explorada.

Caso tal hipótese aconteça, o seu negócio precisa estar protegido, ou melhor dizendo, segurado. Com uma boa apólice, você estará totalmente seguro nas circunstâncias da cobertura contratada, evitando arcar com o prejuízo monumental provocado pelo roubo de uma carga valiosa.

Para encerrar, também é importante investir na capacitação dos seus colaboradores, principalmente daqueles que operam máquinas. O objetivo é garantir que todos tenham plenas condições operacionais, minimizando a probabilidade de acidentes e aumentando a tranquilidade operacional do grupo.

Você gostou deste post especial sobre os principais investimentos na segurança em armazéns logísticos? Então, aproveite para habilitar esse tipo de atualização, diretamente nas suas redes sociais! Para isso, basta seguir as nossas páginas: você pode encontrar a CTF no Facebook e no LinkedIn!

Posts relacionados

Deixe um comentário