Você sabe como funciona a sinalização do transporte de cargas?

4 minutos para ler

Acontecem muitos acidentes nas rodovias, e é válido tudo que for feito com a finalidade de reduzi-los, como a roteirização de transporte ou o rastreamento de carga, estratégias fundamentais na gestão de riscos. Para isso, o gerenciamento no setor de transporte precisa avaliar todas as ameaças comumente encontradas nas estradas.

A sinalização também consiste em uma estratégia importante quando falamos na gestão de riscos. É especialmente relevante quando o caminhão está carregando produtos considerados perigosos. Veja mais sobre o assunto!

Como funciona a sinalização do transporte de cargas?

Os processos logísticos devem ser analisados como um todo, pois assim será possível garantir a segurança dos profissionais e das outras pessoas que trafegam nas rodovias. Entre os produtos que oferecem periculosidade, destacamos:

  • os inflamáveis;
  • os químicos;
  • os tóxicos;
  • o gás natural;
  • o petróleo;
  • as armas.

A Resolução nº 5.232/2016, que passou a vigorar em 2017, definiu mais de 3 mil produtos perigosos, ou seja, que oferecem riscos ao meio ambiente, à saúde e à segurança pública.

Também estabeleceu ações para as empresas que transportam tais mercadorias agirem dentro da lei. Algumas normas foram modificadas e originaram a Resolução n° 5.848/2019.

A sinalização do transporte de cargas requer mais atenção, porque há uma maior quantidade de exigências a cumprir. É fundamental entender onde os adesivos são fixados e o ponto mais recomendado para cada tipo de alerta e identificar as classes importantes de materiais.

Como fazer a sinalização corretamente?

Para sinalizar adequadamente o caminhão, é necessário analisar alguns pontos.

Utilize rótulos de risco

Os rótulos de risco têm a forma de um losango e um desenho que indica o tipo de perigo que a mercadoria envolve. São, no total, 9 classes:

  1. produtos explosivos;
  2. gases;
  3. líquidos inflamáveis;
  4. sólidos inflamáveis;
  5. substâncias oxidantes e os peróxidos orgânicos;
  6. substâncias tóxicas e as infecciosas;
  7. materiais radioativos;
  8. substâncias corrosivas;
  9. substâncias perigosas diversas.

Veja o posicionamento da sinalização

É permitido instalar os sinais de segurança nos lados do veículo, próximo à região de trás ou no centro. O painel de segurança pode ser colocado também na parte inferior da dianteira do caminhão.

Na traseira, o painel e o rótulo são obrigatórios. Assim, os motoristas de trás conseguem identificar o tipo de perigo da carga que o caminhão transporta.

Use o painel de segurança

O painel de segurança é a ferramenta que indica o nível de perigo da carga e mostra aos outros motoristas que o veículo carrega produtos perigosos.

É uma placa retangular que respeita um determinado dimensionamento: na horizontal, 30 centímetros; na vertical, 40. Ela contém o número da ONU e do risco da carga. O primeiro é formado por 4 algarismos que seguem uma classificação mundial. O número de risco mostra a intensidade da ameaça: por exemplo, o 7 indica que o material transportado emite radiação perigosa.

Quais são as possíveis consequências da sinalização inadequada?

A sinalização do transporte de cargas feita da maneira certa evita diferentes problemas, como:

  • acidentes envolvendo a vida do motorista e de outras pessoas que transitam pela rodovia;
  • o aumento nos custos da frota, ou seja, os prejuízos financeiros decorrentes dos acidentes e das penalizações legais;
  • a degradação do veículo, pois o caminhão fica mais vulnerável se não respeitar os procedimentos de transporte de materiais perigosos (outro veículo, por exemplo, pode se aproximar demais e causar algum acidente que danifique o caminhão de carga);
  • os danos ambientais, dependendo do tipo de produto, podem ser graves e até irreversíveis, em caso de acidente.

É obrigatória a sinalização do transporte de cargas, devido à sua importância para a segurança. As empresas que não cumprirem as normas estão sujeitas a multas e outras sanções.

Falar de requisitos de segurança é um assunto interessante, concorda? Quando as regras são seguidas, todos saem ganhando. Veja como a roteirização de transporte, uma condução responsável e outras medidas otimizam a segurança no trânsito!

Posts relacionados

Deixe um comentário